DICAS NUTRICIONAIS

Atum e peixes!

Os peixes são conhecidos por serem uma alternativa mais saudável de proteína animal, especialmente devido ao alto teor proteico, baixas quantidades de gordura saturada e presença de ácidos graxos essenciais, como o ômega 3. Embora seja um alimento de rica composição nutricional, a maioria dos brasileiros não costuma inclui-lo na alimentação do dia a dia. Dentre a ampla variedade existente, um dos peixes mais populares é o atum, disponível tanto na versão in natura como na versão enlatada. Embora ambas as alternativas sejam similares quando falamos da composição nutricional, existem algumas diferenças importantes a serem destacadas. Quando comparamos as duas opções, podemos notar uma maior quantidade de lipídeos no atum enlatado em óleo, que conta com 6 gramas de gordura, contra 0,9 gramas de gordura comparado ao atum in natura. Entretanto, vale destacar que também podemos encontrar o atum enlatado em água, que bem como o fresco, não apresenta quantidades significativas de lipídeos. Outro ponto a ser observado é a quantidade de sódio. Ao passo que o atum in natura não passa por nenhum tipo de processamento, as versões enlatadas geralmente são acrescidas de sódio e por isso, é importante estar atento aos rótulos das diferentes marcas. A versão in natura, ainda que superior em alguns aspectos, não é tão acessível quanto o atum enlatado, além de possuir menor tempo de validade. O teor da gordura chamada Omega 3 varia muito, mas o atum in natura, com pele e a camada de gordura preservada (via de regra retirada em comida japonesa, por exemplo), pode ser um alimento adequado.